Convite: A importância do seu material e impressão

cartão convite

Considerado o ‘cartão de visitas’ da festa, esse material impresso é essencial para convidar os amigos e familiares para aniversários, casamentos, formaturas, chás de bebê, festas de escolas, eventos esportivos, corporativos, entre outras ocasiões.

Durante o processo de criação de um convite é necessário utilizar algum software como o Microsoft Word, Adobe InDesign, Corel Draw ou Adobe Illustrator. Na internet são facilmente encontrados programas especializados nesse tipo de criação, como o Inkscape.

Confira algumas dicas para realizar essa criação:

- Para criar o convite é necessário ter noção sobre o agrupamento de elementos, utilização das cores e fontes, entre outros parâmetros.

- Procure sempre aproximar as imagens dos dizeres aos que elas fazem referência, visando facilitar o entendimento do leitor.

- Tome cuidado para que o convite não pareça bagunçado.

- Fique atento ao tipo de material utilizado na impressão, o ideal é utilizar um papel de alta gramatura e com uma textura de alto relevo em desenhos e letras.

Para garantir um material minuciosamente detalhista e surpreender aos seus convidados, mesmo antes da festa, contrate os serviços da Composer Gráfica. Faça já o seu orçamento: http://composergrafica.com/contato.php

Confira dicas de criação para cartões de visita

business_card

Considerado um dos mais importantes itens para um contato profissional positivo, o cartão de visita apresenta o profissional e a instituição que ele representa, refletindo a imagem e a identidade corporativa da empresa.

Para garantir uma primeira impressão plausível é necessário ter alguns cuidados durante a produção desse material promocional. O ideal é que ele seja impresso em uma gráfica, já que impressões caseiras não garantem um material adequado e uma impressão de qualidade para esse produto. Veja mais dicas:

 

  • Utilizar o Adobe Illustrator, Adobe Photoshop, Corel ou Indesign para a criação do material.
  • Exportar o arquivo no modo de cor CMYK, convertendo as fontes em curva ou transformá-las em imagem.
  • Imagens devem possuir 300 dpi de resolução, no mínimo.
  • Utilizar o verniz localizado, laminação fosca ou texturizado no acabamento da peça.
  • Enviar o arquivo em quatro campos separados: Frente, Verso, Máscara Frente e Máscara Verso. É na máscara que você determina os locais onde o verniz será aplicado, podendo ser em desenhos, logos, ou para criar a marca d’água da empresa.

 

Garanta agora um cartão de visitas convidativo e com uma alta qualidade de impressão. Conheça as nossas opções de impressão e solicite o seu orçamento: http://composergrafica.com/contato.php

 

Dica: Margem de segurança e sangria

Após o processo de criação e impressão, os materiais são levados para a realização do corte. Lá, os equipamentos são programados para proceder com o acabamento que, caso não tenha margem suficiente, pode resultar na má qualidade do produto final.

Qualquer documento ao chegar ao seu limite (página) deve apresentar as marcas de corte, onde também deverá existir a sangria, onde os elementos do arquivo devem ultrapassar a marca de corte, evitando que sobre espaço entre o corte e o conteúdo trabalhado.

A medida padrão utilizada nas guilhotinas do Brasil é de 3mm, porém os tamanhos podem ser alternados dependendo da máquina impressora que cada gráfica utiliza. Veja algumas dicas que a Composer Gráfica preparou para você:

  • Para realizar o corte, todos os textos, logotipos e imagens que não podem sangrar devem estar dentro das margens de segurança.
  • Evite colocar bordas ou tarjas nas extremidades da sua arte, a variação no corte pode contribuir para que fiquem desiguais.
  • Se o seu documento tiver 400 milímetros x 400 milímetros será necessário adicionar 3 milímetros para todos os lados do material, resultando em um arquivo com 406 milímetros x 406 milímetros.