O que é papel reciclato?

O blog da Composer desvenda as diferenças entre tipos de materiais sustentáveis

Material é ideal para blocos de notas e papel timbrado. Foto: Sonny Abesamis/Flickr

Material é ideal para blocos de notas e papel timbrado. Foto: Sonny Abesamis/Flickr

Existe uma preocupação das empresas em adotar medidas sustentáveis. Pensando em reduzir o impacto ambiental, foi criado um papel que reaproveita restos da indústria da celulose e usa lixo coletado. Mas existem dois tipos desse papel: o reciclato e o reciclado. Apesar de parecer um erro de grafia, os dois materiais são diferentes. Siga com o blog da Composer na série sobre tipos de papel.

Reciclato ou reciclado?

O reciclato e o reciclado são tipos de papel offset (falamos das características desse material aqui) que levam componentes diferentes. O reciclado é feito 100% de material descartado (como papelão e rolinho de papel higiênico) e isso torna a fibra dele mais rústica e consistente.

Já o papel do tipo reciclato é amplamente usado por empresas e leva na sua fórmula 25% de material adquirido da coleta de lixo da cidade. Os outros 75% vêm de restos de papel (como as sobras da fabricação de outros papéis). Isso faz com que a qualidade desse papel seja mais próxima à do offset comum.

Figura 1: Exemplo de reciclato

Figura 1: Exemplo de reciclato

Processo e uso

O processo começa com o lixo metropolitano recolhido por cooperativas de catadores, depois o papel passa por uma espécie de liquidificar. A água é adicionada à massa de papel (o reuso da água interna também é adotado por algumas fábricas), que passa por peneiras até ficar sem impurezas. As gramaturas mais vendidas de reciclato vão de 75 a 240 g/m².

O papel reciclato é indicado para marcas ou projetos que querem passar a ideia da sustentabilidade e podem ser usados em blocos de notas, calendários e papel timbrado.

Gráfica

Agora que você já sabe a diferença entre papel reciclado e reciclato, é importante escolher a gráfica certa para imprimir seu projeto. A Composer tem mais de 20 anos de experiência e entrega o resultado com qualidade e em menos tempo. E não é mágica: a rapidez da gráfica vem do investimento em tecnologia. Em todos esses anos, a Composer se moderniza e hoje tem um parque gráfico com uma área de 1000 metros quadrados. Entre em contato e solicite o orçamento.

Comments are closed.